Espinha Bífida (Mielomeningocele)


A espinha bífida é um defeito congênito que ocorre quando os ossos da coluna vertebral não se formam completamente. Geralmente observa-se uma abertura na região sacral da coluna. Mas essa abertura também pode ocorrer em outras partes da coluna. A mielomeningocele é a forma mais grave da doença. Neste tipo de espinha bífida, uma porção da medula espinhal do bebê se projeta através da abertura na coluna vertebral. Crianças que nascem com mielomeningocele podem desenvolver hidrocefalia (acúmulo excessivo de líquido no cérebro) e paralisia. A gravidade da paralisia depende de onde ocorre a abertura na coluna. A causa da espinha bífida não é completamente conhecida. Alguns estudos sugerem que fatores genéticos, diabetes materno, nutrição e certos medicamentos podem ser fatores causais. É possível reduzir a incidência de espinha bífida e outros defeitos do tubo neural com o uso de ácido fólico. A espinha bífida pode ser descoberta através do ultrassom, onde se pode visualizar a herniação na coluna vertebral, hidrocefalia, o sinal do limão e o sinal da banana. A mielomeningocele pode ser tratada por cirurgia intraútero ou no período pós parto.



0 visualização